​​
  
​​

GESTÃO DIGITAL POSSIBILITA CRIAÇÃO DE EXPERIÊNCIAs DIFERENCIADAS PARA CLIENTES
Cases

Um salto de 30 anos em tecnologia. Desta forma o CFO das Lojas Colombo, Gilberto Galafassi, resume a transformação pela qual a empresa vem passando nos últimos meses, e que a coloca em um novo estágio de gestão digital do varejo.​

“Tivemos uma queda de 8% de vendas em 2016, sendo que o varejo como um todo caiu ainda mais. De janeiro a maio deste ano tivemos uma recuperação e crescemos cerca 10%. A melhora da performance dos nossos sistemas, o aumento do controle de governança e a facilidade de atender mais rápido os clientes foram decisivos para essa retomada”, analisa.

Tudo isso, de fato, é um resultado a ser comemorado hoje. E é fruto de um trabalho minucioso que já vem sendo feito há algum tempo em parceria com a Processor. Os principais processos que envolvem a loja foram reformulados e otimizados para fornecer as informações ao time de vendas de forma on-line como, por exemplo, a consulta de estoques de todas as lojas e prazos de entregas.

“O vendedor passou a receber dados em tempo real da matriz e isso está impactando diretamente na qualidade do atendimento que ele pode prestar aos consumidores”, aponta o gerente de Informática das Lojas Colombo, Luis Carlos Alberti, exemplificando um dos benefícios gerados pelo trabalho que vem sendo realizado com a Processor.

Do ponto de vista da tecnologia, para essa transformação ser possível, a empresa decidiu investir em cloud. Com isso, passou a ter mais flexibilidade para aumentar e diminuir a oferta de recursos computacionais conforme a demanda no seu e-commerce, exemplo disso são as datas comemorativas que estimulam a venda, como: Black Friday, Dia das Mães, etc.

 
 
"A transformação pela qual a empresa vem passando é um salto de 30 anos em tecnologia." 
 
GILBERTO GALAFASSI | CFO das Lojas Colombo
 
 

 
Colombo2.jpg 

 
REVOLUCIONANDO A PRODUTIVIDADE

O sistema legado foi atualizado pela Processor, o que tornou a operação menos complexa e mais aderente às necessidades dos negócios das Lojas Colombo. Isso também resultou em uma experiência mais moderna para a frente de loja. Vale destacar que a Colombo confiou à Processor esse grande passo e se tornou o primeiro case de implantação do módulo de Retail do Dynamics AX no Brasil para operações do seu porte. 

 

  
“Quem andar devagar será ultrapassado. Por isso, estamos acelerando.”
 
LUIS CARLOS ALBERTI | Gerente de Informática das Lojas Colombo
 
 

 
Outro passo importante foi a substituição da intranet, que até então era desenvolvida internamente, por um portal desenvolvido pela Processor com o intuito de melhorar a comunicação e a interação das lojas com a matriz, resultado atingido com êxito rapidamente.

Antes, todas as conversas aconteciam por e-mail, como o envio de informações sobre promoções a serem praticadas e reuniões de equipes. Se alguém deixava de ver a mensagem, corria o risco de perder algo importante. Ao acessar o portal, o profissional já consegue ver, por uma classificação de urgência, todos os comunicados. E fica registrado se ele visualizou ou não.

Além disso, o portal ainda permite segmentar por perfil o envio das mensagens. Se algo deve ser enviado apenas para os gerentes de loja ou equipe de vendas, basta selecionar a opção. Sem falar na rede social corporativa criada, que possibilita uma maior interação entre todo o time. “Hoje temos um mundo novo a nossa disposição, que impactou diretamente o compartilhamento de informações e experiências internamente e já se reflete no contato com o cliente”, conta Alberti.
  

INTEGRAÇÃO DE CANAIS DE VENDAS

O varejo foi uma das últimas indústrias a perceber a importância de investir em tecnologia nas últimas décadas. Porém, mais recentemente, acelerou o passo como nenhum outro segmento rumo à transformação digital.

E é fácil de entender o porquê. Cada vez mais, os produtos e os preços são parecidos. O que diferencia um player do outro é a experiência oferecida ao consumidor. As lojas físicas, ainda que sejam conceitualmente importantes, mudaram e vão mudar ainda mais a sua função. Isso não é algo que está acontecendo apenas na Colombo, mas é uma transformação sentida pelos varejistas do mundo todo.

Cada vez mais, o consumidor vai até o ponto físico para olhar e experimentar o produto – e é cada vez mais comum comprar pela internet. “De olho nesta tendência é que fomos buscar essa transformação. A nossa meta é que o cliente que entre em contato conosco tenha a mesma experiência de atendimento e compra em qualquer canal de venda”, diz Alberti.

 

SIMPLICIDADE É TENDÊNCIA

Todos os projetos de transformação digital que estão sendo realizados nas Lojas Colombo tem como missão facilitar a relação com os clientes. O CFO das Lojas Colombo, Gilberto Galafassi, diz que isso tem como base atributos como agilidade, a melhor condição de compra e a simplicidade. Quando o consumidor acessa a empresa, seja pela loja física ou internet, é isso que ele espera.  “Sofisticamos os nossos sistemas no backoffice para que, na frente do consumidor, a relação seja a mais simples e transparente possível”, conta.

Nas lojas, por exemplo, os vendedores têm acesso a um sistema de ponto de venda modernizado que já possibilita que eles possam atender os consumidores com os seus tablets. Parece um detalhe, mas isso dá a eles mobilidade de transitar pela loja para mostrar os produtos e, ao mesmo tempo, consultar preços e condições de negociações. “Transformação é poder dar acessibilidade para a nossa equipe”, aponta o gestor.

Ele destaca a importância de ter um parceiro como a Processor nessa jornada. “A Processor está conosco há muito tempo e conhece a nossa cultura. É um parceiro que nos apoia nessa jornada de transformação”, destaca.

Entre em contato e saiba mais sobre transformação digital.​